Furnas e Cigre Brasil promoveram o Workshop de Correntes Geomagneticamente Induzidas e seus Efeitos no Sistema Elétrico

No último dia 05, a cidade do Rio de Janeiro sediou no Auditório de Furnas, o evento para disseminar os avanços no Brasil e em diversos países, referentes ao tema de Correntes Geomagneticamente Induzidas em sistemas do setor elétrico e seus efeitos nesse sistema.

Durante o workshop os participantes tiveram a oportunidade de ouvirem alguns dos maiores especialistas internacionais nesse tema e conhecerem o que tem sido feito sobre esse assunto nos EUA, Reino Unido, Japão, Noruega, Suécia, África do Sul e Brasil.

O histórico de medidas de GIC teve início em 1859 quando um evento natural de proporções épicas afetou imensamente o campo magnético da Terra. Apesar de sua magnitude, a única pessoa que lhe deu atenção foi o astrônomo Richard Carrington. Daí esse evento ter ficado conhecido como Evento Carrington. Naquela época as telecomunicações estavam restritas ao telégrafo e a eletrificação não tinha sido sequer imaginada. Se algo semelhante ocorresse hoje os efeitos nos sistemas tecnológicos poderiam causar impactos sociais relevantes.

carrington sun

Ao fundo, emissão de Flare registrada em 05/12/2006 por imageador de raios-X a bordo do satélite GOES-13. A frente, desenho da mancha solar feito por R. Carrington em 01/09/1859 (Copyright: Royal Astronomical Society).

Avanços recentes em geofísica mostraram que os efeitos nos sistemas elétricos podem variar muito de país para país. Fatores como latitude magnética e as características do solo influenciam muito nos efeitos sentidos. Além disso, a forma e os materiais com que os transformadores são construídos e conectados também interferem. Bem como as configurações das linhas de transmissão. A complexidade e a extensão da cadeia de eventos desde o Sol até o transformador faz desse fenômeno um dos mais interessantes na Eletricidade.

O evento contou com a participação dos palestrantes Dr. Ener Salinas (Pesquisador da ABB), Dr. William Radasky (Presidente da Metatech Corporation), Alexandre Pinhel (Engenheiro de Furnas), Trond Ohnstad (Engenheiro elétrica da Norwegian Power Grid Company-Statnett), Dr. Trevor Gaunt (Universidade Cidade do Cabo), Dr. Clezio De Nardin (Gerente do programa Embrace/INPE) e Dalton de Oliveira C. do Brasil (Assessor técnico do ONS e Coordenador de comitê de estudos do Cigré Brasil).

IMG_4075xx

Da esquerda para direita: Ohnstad, Radasky, D. Brasil, Pinhel, C. De Nardin, Gaunt, Salinas

(Fonte: http://www.cigre.org.br/eventos/2016/GICworkshop/)

(Fonte imagens: http://science.nasa.gov/science-news/science-at-nasa/2008/06may_carringtonflare/)

Os comentários estão indisponíveis